terça-feira, 24 de abril de 2012

Berço antigo

Este é um post super especial pra gente, porque é sobre o berço do meu filho, quer dizer, sobre o trabalho mais importante que já fizemos.

Quem acompanha o blog desde o começo, sabe que a fase que coincidiu com a minha gravidez, em 2010, foi super difícil. Matheus ficou doente, operou, passou muito tempo em recuperação, blábláblá e o sonho de fazer enxoval, montar quartinho e curtir tudo aquilo que a grávida vê em revista foi pro espaço. Meu tempo se dividia em cuidar do marido e da barriga, pra que nada de ruim acontecesse com nenhum dos meus meninos.

Mas meu filho precisava, pelo menos, de um berço, né? E não podia ser um berço comprado em loja. Tinha que ter o toque da mamãe aqui e do papai também. ( Aliás, quem faz todos os trabalhos da Oficina é o Matheus. Eu só dou pitaco.)
Foi aí que, por sorte, encontramos um berço Patente incrível, antiquíssimo. Não sabe o que é a marca Patente? Sua mãe e sua vó, tenho certeza que sabem. Olha aqui a história dela.

O berço estava inteiro, mas judiado pelo tempo e com um papel contact de florzinha rosa colado na cebeceira e no pé.


( Aqui ele já limpo, lixado e sem o contat)

A gente desmontou o berço todo, lavou com água e sabão, pra tirar a sujeira, lixou, retirou o contact e começamos a pensar no que iríamos fazer com ele. Demos uma mão de tinta branca, mas a madeira era tão linda que esse Plano A não vingou. Tiramos a tinta.

Foi, então, que resolvemos que ele ia ficar na madeira mesmo e, pra isso, o trabalho foi feito com seladora.. Mas precisava de um detalhe, e esse detalhe veio em forma de tapeçaria.
Compramos um Piquet branco, aquele tecido tipo casa de abelha, e o resultado foi este aqui ó:






Se o Levi, dono do berço, gostou? Acho que sim!


O gatinho é presente da Ana Sinhana, da querida Ana Matusita.

Este post, na verdade, é pra que? Pra gente pra mostrar pra você que os móveis não datam, que móvel bom não tem prazo de validade. Ele se adequa ao que estamos vivendo no momento. A gente pode reformar, pintar, costurar, transformar e não sair correndo pra comprar outro.

E este é o trabalho da Oficina de  Acervos: transformar o que você já tem!

Se você lembrou de alguma peça que está aí, meio jogada, largada, sem esperanças, fala com a gente. Vamos tentar, juntos, achar uma solução pra ela. Tenho certeza que sua casa e seus móveis tem histórias e que estas histórias não podem ir pra primeira caçamba da rua.

Nossos contatos são:
11 7758-7294
contato@oficinadeacervos.com.br








11 comentários:

  1. O berço ficou o máximo!!!! excelente idéia do piquet branco... vcs são demais. lindo lindo lindo.

    ResponderExcluir
  2. FICOU O MAXIMO ESTE BERÇO GUANDE IDEIA,BJS

    ResponderExcluir
  3. Amei! A minha filhota caçula também usou um berço patente original mas como era emprestado, usamos como era - e era lindo de qualquer maneira! O armário, em compensação, encontramos praticamente no lixo e reformamos nós mesmos! Ficou uma graça também!
    Passa lá no blog prá ver essa história quando tiver um tempinho! http://hausdecor.blogspot.com.br/2012/04/era-uma-vez-um-armario-bem-estragadinho.html
    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Caramba! Ficou maravilhoso! Parabéns!!

    ResponderExcluir
  5. Lindo esse berço Patente e a ideia do fustão fez um casamento perfeito!

    ResponderExcluir
  6. Oi...
    Ficou lindo o berço, o do meu filhote também fiz personalizado, estava passando por uma fase muito difícil financeiramente, então comprei um berço usado e customizei. Amei!!! Beijos
    www.negracriativa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Nossa. Igualzinho ao meu berço! Isso é anos 40! Tenho quase 61 e ele foi do meu irmão mais velho e de todos os mais novos! Não sei que fim ele levou! Este ficou lindo! anacarmen51@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  8. Ficou novo, lindo!
    Beijos e lindo dia
    Gláucia
    www.repletodevida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Ana Carmen, já pensou se esse berço é o seu? Hahahaha!
    Meninas, obrigada pleo carinho!

    ResponderExcluir
  10. Fiquei encantada e emocionada com seu trabalho pois o berço que usei quando criança era igualzinho.
    Passou por meus irmãos e primos e voltou a mim quando minha filha nasceu, ocasião em que foi restaurado e almofadado novamente.. Infelizmente por falta de espaço fiquei sem ele e agora que minha filha está grávida e vi o seu causou muita saudade.
    Parabéns pela aquisição.
    Yvelise

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...